GODZILLA: MONSTER PLANET | O REI DOS MONSTROS EM ANIME

Animes & Mangas| Visitas: : 416

A Toho Animation liberou um Teaser trailer anunciando o anime do monstrengo destruidor de cidades. Intitulado oficialmente como Godzilla: Monster Planet, o anime conta a história da humanidade retornando a um mundo governado por Kaijus após milhares de anos.

 

 

Desenvolvido pela Polygon Pictures e escrito por Urobuchi Gentaro (mente por trás de Kamen Rider Gaim), o anime deve ser lançado no Japão em 17 de Novembro de 2017. Existem planos de lança-lo para o restante do mundo através do Netflix , mas ainda não há datas definidas.

Para quem não conhece, Godzilla foi visto pela primeira vez em 1954 no filme produzido pela Toho Film Company Ltd. Até o momento a Toho produziu 28 filmes sobre o monstro. Em 1998, a TriStar Pictures produziu uma nova versão situada na cidade de Nova Iorque, com o monstro redesenhado e em 2014, numa co-produção da Legendary Pictures e da Warner, fez  mais uma aparição nos cinemas, novamente com o nome de Godzilla. Este filme foi distribuído pela Warner em todo o mundo, menos no Japão, onde foi distribuído pela Toho Film Company.

Godzilla é uma criação do produtor Tomoyuki Tanaka, do diretor Ishiro Honda, do mago dos efeitos Eiji Tsuburaya que mais tarde viria a ser o pai da família Ultra e por fim do compositor Akira Ifukube.

Godzilla é a personificação do medo das armas nucleares. Criado por uma explosão nuclear, seu imenso tamanho, força, terror e destruição evocam a fúria das bombas atômicas lançadas em Hiroshima e Nagasaki. No decorrer da série o grande monstro se desenvolveu como um personagem com características ora de um vilão, ora de um herói, frequentemente salvando Tóquio, e posteriormente outras cidades, de invasões de outros kaijus.

Abaixo podemos conferir o poster do anime:

 

Godzilla: Monster Planet Poster- lepop

 

Gostou da notícia? Então compartilhe com seus amigos e não deixe de se inscrever em nosso canal do YouTube, curtir nossa página no Facebook, seguir a gente no Twitter. E, claro, deixar aquele joinha e comentar.

( Via: Tokunation )

Compartilhe: