ASSASSIN’S CREED ORIGINS | QUICK MATCH

Quick Match| Visitas: : 130

QUICK MATCH tá na área aqui no LEPOP  trazendo uma breve análise daquele game que já está entre nós há algum tempo, mas ainda é assunto nas conversas da galera que é fã, e para você que precisa de uma informação rápida sem muita enrolação este é o lugar certo. Curtiu? Então bora lá, porque hoje temos Assassin’s Creed Origins!

 

Ficha Técnica

 

Título: Assassin’s Creed Origins

Lançamento: 27/10/2017

Platarforma: Pc, Xbox one, Ps4

Desenvolvedora: Ubisoft

Distribuidora: Ubisoft

 

 

Assassin’s creed origins foi lançado em 27/10/2017 com estilão bem diferente de seus antecessores, mas muito parecido com o game The witcher 3. Neste novo capítulo da franquia, existem muitos elementos de RPG e tem tudo para ser o mais legal da série, além de poder  evoluir o seu personagem através das diversas quests, é possível dar upgrades nas armas incluindo a hidden blade, nos equipamentos de proteção e tudo isso você consegue fazer caçando os animais para obter a matéria prima, fazer uma ou outra pilhagem atrás de dinheiro e materias. O jogo tem um mundo aberto imenso, é cheio de vida, repleto de lugares para explorar e segredos para descobrir.

 

Altair e Bayek

 

O game pode não ser o melhor da franquia quanto a história, de certa forma conhecemos um pouco mais de Bayek, mas por outro lado a Ubisoft cometeu aqui um grande deslize já que nos games anteriores nunca se falou no nome de Bayek, me pergunto uma coisa: Como o cara que deu inicio a Irmandade dos assassinos, nunca foi lembrado por Ezio e os demais? Sempre deram muita importância ao Altair, sim ele é  um personagem importante e essencial para o que viria a acontecer posteriormente na franquia, mas não mais quanto aquele que deu inicio a tudo. Realmente a Ubisoft precisará explicar e muito como a história de Bayek se encaixa no que já temos, fazer um game por fazer e sem se preocupar com o que já vimos é no mínimo visar somente o lado financeiro da coisa, espero  estar errado e que no futuro nos seja apresentado algo que faça sentido.

 

Assassin’s Creed Origins – Trouxe fôlego renovado para a franquia.

 

Trama

O início dos Assassinos se ambienta no Egito antigo de Cleópatra você assume o controle de Bayek, um medjai (uma espécie de protetor do povo) que através de sua busca por vingança, acaba por desencadear uma trama muito maior. A história do game é  um dos seus atrativos, levando em conta sua imprevisibilidade, já que não sabemos como a vida de Bayek contribuirá para o surgimento da Ordem dos Assassinos nos moldes que conhecemos hoje.

 

Vai toma uma flexada nas ideia…

 

O jogo

Como disse anteriormente, o jogo ficou muito parecido com the witcher 3, o que não é ruim pois traz uma renovação a franquia que caiu numa mesmice durante anos.  Não se engane, apesar das semelhanças com o jogo de Geralt de Rivia,  assassin’s creed origins tem personalidade própria e você deve perceber isso conforme vai jogando e se aprofundando na trama.

 

 

Jogabilidade

A jogabilidade está bem tranquila e não há como existir dificuldades no decorrer do game, para quem está começando agora, a dificuldade fica só para o início do jogo, o que está envolvido aqui é a questão de só se acostumar com os comandos. Durante as batalhas não temos mais aquele lance de apertar um botão e o assassino executar um movimento para se defender, aqui o negócio é se defender na raça usando escudo ou esquivando de um ataque.  Para atacar o inimigo ficou até mais fácil, é só buscar a brecha ideal e detonar.

Eu gostei bastante deste sistema de batalha e particularmente acho que dessa forma o jogador tem mais autonomia sobre o personagem do que nos outros games da série.

 

 

Gráficos

Não me recordo de existir algum assassin’s creed com gráficos ruins, deixando os bugs de lado a Ubisoft sempre entregou cenários ricos em detalhes. Por falar em bugs, eles existem no game (como sempre) mas de uma maneira bem menos frequente do que os encontrados em Assassin’s creed Unity, esse último foi apelação…

Quem está com receio de comprar o game com medo dos bugs, pode ficar tranquilo, não presenciei nada que atrapalhasse o gameplay, a não ser bugs que tornam a jogatina mais engraçada. Nem tudo é perfeito, né?

 

O desafio dos deuses.

 

Outras considerações…

Uma das coisas que dei por falta foram as poções de cura, isso não existe no game porque o persongem em determinados momentos se cura sozinho. Realmente achei estranho e poderiam ter mantido já que AC Origins está bem puxado para o RPG e como sabemos, todo bom RPG conta com as famosas poções de cura.

Determindas lutas mais em expecífico contra animais são bem faceis, aqui poderiam dar uma dose a mais de dificuldade já que enfrentamos leões e outros tipos de felinos, crocodilos, hipopótamos. Se tiver um level considerável e boas armas não sobra um, na vida real eu acho que não seria tão facil assim, mas…

O desafio dos deuses, foi uma sacada bem legal do game eu não participei de nenhuma delas até porque não tive level o suficiente para isso, mas através delas você ganha acesso a itens exclusivos. Se você assim como eu perdeu os desafios, fiquem atentos pois a produtora devem lança-los novamente em outra ocasião. Para saber mais a respeito, clique aqui.

Concluindo

AC Origins ficou bem legal com essa renovada que deram na série, fica fácil, fácil entre os melhores jogos que a franquia já teve. Por outro lado fico preocupado de que forma vão encaixar essa história dentro daquilo que já nos foi apresentado.

No geral Ac origins agradou bastante os fãs e se você ainda está com duvidas se compra ou não, aqui fica a dica: compre porque vale muito a pena!

Pontos fortes

  • Bons gráficos
  • Excelente jogabilidade
  • Ótimo protagonista
  • Mundo aberto e repleto de atividades

Pontos fracos

  • Dublagem nacional fraca
  • Alguns bugs

 

 

Não deixe de acompanhar as próximas análises do QUICK MATCH aqui no LE|POP.

Gostou? Então compartilhe com seus amigos e não deixe de se inscrever em nosso canal do YouTube, curtir nossa página no Facebook, seguir a gente no Twitter. E, claro, deixar aquele joinha e comentar.

Até o próximo QUICK MATCH.

Compartilhe: