FUKUSHIMA | A CIDADE FANTASMA

Variedades| Visitas: : 165

Um terremoto de  8,9 graus na escala Richter e o tsunami que abalaram o Japão  em 11 de Março de 2011 causaram sérios danos na usina nuclear de Fukushima. No momento do terremoto, 11 usinas localizadas na região entraram em processo de desligamento. Como parte do procedimento, os reatores precisariam ser resfriados, uma vez que a fissão nuclear permanece ocorrendo mesmo após a interrupção na geração da energia. Cerca de uma hora depois do tremor, a usina de Fukushima foi atingida pelo tsunami. O sistema de resfriamento foi avariado e os técnicos japoneses adotaram medidas alternativas, como a injeção de água do mar nos reatores. Mesmo aconteceram três explosões.

Na época, o governo japonês divulgou que houve vazamento radioativo, mas os reatores estavam preservados. Os níveis de radiação no entorno da usina superaram em oito vezes o limite de segurança, forçando a evacuação da população em um raio de 20 km ao redor da usina.

As notícias do acidente na época causaram um temor no mundo inteiro e trouxeram de volta algumas lembranças sobre o acidente de Chernobyl, alguns anos depois, Fukushima é uma cidade fantasma, os comércios, casas, escolas, parecem ter sido abandonados as pressas, a vegetação tomou conta do lugar e o cenário é bem perturbador.

Um canal russo do youtube chamado Exploring the Unbeaten Path acessou a área e gravou as cenas na cidade, as imagens são bem chocantes e o cenário lembra bastante o game The Last of us. Os vídeos possuem legendas em inglês e somam o total de seis, a equipe tem como principal objetivo gravar em lugares abandonados, caso tenham curiosidade de ver os outros trabalhos dos caras não deixem de acompanha-los, é sem dúvidas algo bem curioso. Abaixo o trailer da série de vídeos gravados em Fukushima:

 

 

Gostou da notícia? Então compartilhe com seus amigos e não deixe de se inscrever em nosso canal do YouTube, curtir nossa página no Facebook, seguir a gente no Twitter. E, claro, deixar aquele joinha e comentar.

Compartilhe: