Le|Pop
Empire-of-sin

EMPIRE OF SIN | QUICK MATCH

QUICK MATCH na área aqui no LEPOP trazendo uma breve análise daquele game que já está entre nós há algum tempo ou nem tanto assim, mas ainda é assunto nas conversas da galera que é fã, e para você que precisa de uma informação rápida sem muita enrolação, este é o lugar certo.
Curtiu? Então bora lá, porque hoje temos Empire of sin !

FICHA TÉCNICA

Título: Empire of Sin
Lançamento: 01/12/2020
Plataforma: Microsoft Windows, Playstation 4, Nintendo Switch, Xbox One
Desenvolvedora: Romero Games


 Empire-of-sin

Desde quando foi anunciado, este foi um game que aguardei muito, não só pelo fato de ser um game de Estratégia/Rpg, mas por conta da possibilidade de jogá-lo no Nintendo Switch, o híbrido da Nintendo te dá vantagens que um console de mesa e PC não podem dar. Além disso, o game produzido por John Romero traz uma porrada de gângsters, História, desafios e batalhas hora fácil, hora beeeem tensas. Bom, vamos ao que interessa e bora gerenciar seu Império do crime!

TRAMA

O game se passa durante a década de 1920 no Estados Unidos onde foi estabelecido a lei seca, ou seja, era proibido a comercialização de bebidas alcóolicas. A lei foi tão pesada que muitos estabelecimentos funcionavam de forma irregular, o álcool feito na época variava muito de qualidade e gangues que o utilizavam como moeda de troca ganharam muita grana. No game o álcool é a base de tudo, com a grana das vendas é possível montar barzinhos, casa das primas, hotéis, subornar a força policial, forjar laços com outras gangues e por aí vai. Para quem gosta de games assim, tá aí uma boa pedida!



O JOGO

O jogo mescla o lance de administrar seu império com batalhas no estilo de Final Fantasy Tactics, a parte das batalhas são bem tranquilas, é possível equipar seus personagens com armas raras, coletes à prova de balas e todo chefão de gangue possui um ataque especial que pode matar instantaneamente o adversário ou deixo mal de saúde. As únicas coisas que ficam zuadas no game é o fato de os personagens não darem level e os menus que acabam a princípio, dificultando a administração de suas propriedades.

Vale lembrar que o jogo não está livre dos bugs e em alguns momentos, eles devem aparecer, o que reparei durante minha gameplay é que estes bugs afetam os personagens, mas nada que atrapalhe seu progresso, afinal, existem formas para contornar isso.


O esquema de batalha em Empire of Sin

JOGABILIDADE

Esse é um ponto que varia bastante, o game quando jogado no PC é uma coisa, acaba se tornando até mais simples, já nos consoles a conversa é outra e pode demorar um pouco até se acostumar, mas nada para se preocupar, dá pra pegar o jeito com o tempo.

empire3-LEPOP
Al Capone tá no jogo, pronto pra treta!

GRÁFICOS

Então, né? Os gráficos não são dos melhores, mas não são tão ruins assim. Posso dizer que Empire of sin fica no meio termo e te permite enxergar alguns alguns detalhes da cidade de 1920 numa boa.


empire4-LEPOP

CONCLUINDO

Se você curte jogos que possibilitam administrar negócios e ainda permitem sair por aí na rua arrumando encrenca por aí, esse é o jogo ideal. Apesar de parecer complexo no primeiro instante, conforme a jogatina avança, mais íntimo o jogador se torna. Vale a pena jogar Empire of Sin, quem curte games do gênero, não vai se arrepender.

DIAMOND FILMS DIVULGA PÔSTER DE ‘MIDWAY - BATALHA EM ALTO MAR’ 2

Se você é novo(a) por aqui, aproveite pra conhecer mais do LEPOP:
Gosta de Contos e Literatura? Então conheça o CRONICANDO
Gosta de Games? Então dê uma conferida no LEPOPGAMES e no QUICK MATCH
Gosta de Podcast? Então ouça o LEPOPCAST.
Gosta de Action Figures? Então acompanhe o LEPOP ACTION REVIEW.

Se depois de tudo isso você viu que vale a pena acompanhar o nosso trabalho, se inscreve lá no nosso canal do YouTube, dá uma curtida na nossa página no Facebook, segue a gente no Instagram e no Twitter. Assim você fica por dentro de todas as novidades daqui do LEPOP. E pra não perder nenhuma notificação você pode entrar no nosso canal no Telegram.

Até o próximo QUICK MATCH.


Carlo Barbagalo

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e Educação física, gosta de musculação e artes marciais. Atualmente está focado em seu desenvolvimento pessoal e nas horas vagas coleciona figuras de ação de tokusatsus, curte games, cinema e séries.