Le|Pop

POR QUE RESIDENT EVIL 3 REMAKE FALHOU?

Galera, quem já jogou Resident Evil 3 de 1999 e jogou a nova versão do game, não deve ter ficado muito contente com o que viu. Apesar dos belos gráficos, o novo Resident Evil 3 decepcionou os fãs das antigas e entregou uma versão bem abaixo das expectativas dando a impressão de que o game foi feito as pressas. Há boatos de que RE3 Remake deveria ter saído junto com o remake do segundo jogo, será que isso explicaria ter excluído alguns inimigos e cenários? Bom, o que de fato aconteceu para que o novo RE 3 falhasse na missão segundo nosso ponto de vista? Vamos lá?

GRAVE DIGGER, CEMITÉRIO, CLOCK TOWER E CENA ICÔNICA

Bom isso aqui foi uma cagada, há especulações de que uma DLC poderá corrigir isso, mas sinceramente eu duvido muito e espero estar errado.
Cadê o Grave Digger? Cadê o cemitério? Cadê a Clock Tower? Porra Capcom! Tirar um boss foda, lugares memoráveis é muita mancada e pra dizer que não tiraram tudo… bom, não vou estragar a surpresa, se você ainda não jogou, vou deixar você se decepcionar também. Vamos compartilhar essa alegria juntos!

Como disse, há rumores de que Capcom em algum momento poderá lançar um DLC como complemento da história, se isso for real, que pelo menos seja gratuito, né?

Outro ponto que quero ressaltar, cadê o Brad sendo morto na delegacia? Na nova versão a Jill nem chega perto da RPD, tudo bem que a mudança realizada, de fato ficou boa. Mas a cena que chocou todo mundo em 1999, não está mais lá.

ARANHAS, CORVOS E BRAINSUCKER

Outras das cagadas da empresa foi deixar de lado inimigos clássicos, assim como em RE2, as aranhas e corvos foram arrancados do game e em RE3 isso não foi diferente, além disso, tivemos mais uma baixa, o Brainsucker.

NÊMESIS

Esse aqui foi o ponto crucial que estragou Resident Evil 3 Remake, como um vilão tão icônico, um dos piores que já apareceram na história da franquia, o que dava alma ao jogo, foi reduzido a um inimigo que não dá medo, não impõe respeito e o que é pior, se quer dificulta a vida dos personagens? Pois é, é como se o Nêmesis apresentado no novo game, estivesse sem vontade nenhuma. E a trilha sonora do vilão? Pqp, por que não deixaram o volume mais baixo?

Comparando com o RE3 clássico, você sentia medo de enfrentar o Nêmesis, ele era implacável, aporrinhou a vida de Jill e Carlos o tempo todo e um vacilo, aquele abraço. Sem contar a trilha sonora do bichão, aquilo sim era trilha sonora e contribuía ainda mais botar pilha e deixar a coisa mais tensa do que realmente era.

Pra ser sincero, a unica versão do Nêmesis que ficou beeeem melhor que a do clássico, foi a ultima forma dele, mas para derrotá-lo foi mais fácil que no original. Osso, né?

Sendo bem sincero o Mr X de Resident Evil 2 Remake dá mais cagaço quo o novo Nêmesis.

Não vamos ser desonestos, RE 3 Remake tem seus pontos que superam o clássico, isso a gente precisa deixar claro, principalmente no que diz respeito aos personagens, todos beeeem trabalhados, a Capcom deu mais profundidade na forma como estes personagens se relacionam entre si, os cenários, gráficos são bem feitos e nisso a gente não tem o que reclamar.
Nossa queixa fica mesmo por conta do Nêmesis, que de maneira nenhuma é comparável ao que conhecemos no clássico.

DIAMOND FILMS DIVULGA PÔSTER DE ‘MIDWAY - BATALHA EM ALTO MAR’ 2

E aí, curtiu? Então compartilhe com geral e mostre o LEPOP pra mais gente.

Se você é novo(a) por aqui, aproveite pra conhecer mais do LEPOP:
Gosta de Contos e Literatura? Então conheça o CRONICANDO
Gosta de Games? Então dê uma conferida no LEPOPGAMES e no QUICK MATCH
Gosta de Podcast? Então ouça o LEPOPCAST.
Gosta de Action Figures? Então acompanhe o LEPOP ACTION REVIEW.

Se depois de tudo isso você viu que vale a pena acompanhar o nosso trabalho, se inscreve lá no nosso canal do YouTube, dá uma curtida na nossa página no Facebook, segue a gente no Instagram e no Twitter. Assim você fica por dentro de todas as novidades daqui do LEPOP.  E pra não perder nenhuma notificação você pode entrar no nosso canal no Telegram.

E se você gosta de cinema e séries:

Aproveite também pra ler nossas críticas


Carlo Barbagalo

Formado em análise e desenvolvimento de sistemas e Educação física, gosta de musculação e artes marciais. Atualmente está focado em seu desenvolvimento pessoal e nas horas vagas coleciona figuras de ação de tokusatsus, curte games, cinema e séries.