Le|Pop
30-ANOS-BLUES-BANNER-LEPOP

PETRA BELAS ARTES À LA CARTE APRESENTA SUA 1ª PRÉ-ESTREIA

O LONGA INÉDITO BRASILEIRO “30 ANOS BLUES”, DE DIDA ANDRADE E ANDRADINA AZEVEDO, VENCEDOR DO PRÊMIO DO JÚRI NO FESTIVAL DE GRAMADO!

30-ANOS-BLUES-IMAGEM-LEPOP

O cardápio do À La Carte da última quinta (20/08) reúne pré-estreia nacional e grandes nomes internacionais, incluindo mais um cult da nossa série de homenagens ao aniversariante Wim Wenders: pré-estreia de “30 Anos Blues”, de Dida Andrade e Andradina Azevedo; Ryan Gosling e Carey Mulligan em “Drive”, de Nicolas Winding Refn; Thandie Newton em “Assédio”, de Bernardo Bertolucci; Paz Vega em “De Quem é o Sutiã?”, de Veit Helmer; e a linda homenagem ao mestre japonês Yasujiro Ozu em “Tokyo-Ga”, de Wim Wenders!


DRIVE-IMAGEM-LEPOP

Drive”: em preparação para seu papel, Ryan Gosling restaurou o Chevy Malibu de 1973 que seu personagem usa no filme. Os personagens de Ryan Gosling e Carey Mulligan falam muito pouco entre si, o que, na verdade, foi uma decisão dos próprios atores, que acharam que suas cenas deveriam focar mais no clima de tensão e mistério, e, por isso, se recusaram a dizer muitas das frases do roteiro. Apesar de a história inteira girar em torno de um motorista, o diretor Nicolas Winding Refn não tem nenhum interesse em carros, não possui carteira de motorista e foi reprovado 8 vezes no exame de habilitação.


ASSEDIO-IMAGEM-LEPOP

Assédio”: o longa foi filmado em uma vila abandonada em Roma, perto da Escadaria da Praça da Espanha. Após vários anos fazendo grandes épicos como “O Último Imperador”(1987), “O Céu que nos Protege”(1990) e “O Pequeno Buda”(1993), com “Assédio”, Bernardo Bertolucci realizou o desejo de fazer um filme intimista. Um dos filmes favoritos do diretor brasileiro Fernando Meirelles.


TOKYO-GA-IMAGEM-LEPOP

TOKYO-GA”: longa realizado em meio às filmagens de “Paris, Texas“(1984), quando o diretor Wim Wenders deixou o set e foi passar duas semanas no Japão. Apaixonado pelo trabalho de Yasujirô Ozu(1903–1963), Wim Wenders viaja ao Japão em busca da Tóquio vista nos filmes do grande diretor japonês, e ele encontra, inclusive, o cameraman que trabalhou com Ozu durante 25 anos. Um dos momentos mais emocionantes do filme é o encontro de Wenders com o ator Chishu Ryu(1904–1993), protagonista de vários filmes de Ozu.


DE-QUEM-E-O-SUTIA-TEXTO-LEPOP

DE QUEM É O SUTIÃ?”: as autoridades do Azerbaijão não ficaram satisfeitas com o fato de a equipe querer filmar numa área degradada em Baku e, eventualmente, proibiram as filmagens lá, obrigando a produção a concluir o filme na vizinha Geórgia. A vila “Shanghai“, na cidade de Baku, onde acontecem as cenas com os trens circulando perigosamente perto da população, foi demolida algum tempo após as filmagens. O elenco conta com atores europeus famosos, como o sérvio Predrag ‘Miki’ Manojlovic, que atuou em “Underground: Mentiras de Guerra“, de Emir Kusturica, vencedor da Palma de Ouro em Cannes; o francês Denis Lavant, ator de diversos filmes de Leos Carax; e a espanhola Paz Vega, que atuou em filmes como “Lúcia e o Sexo” (2001), “Fale com Ela” (2002) e “Espanglês” (2004).

LEIA NOSSA CRÍTICA DE “DE QUEM É O SUTIÃ?” CLICANDO AQUI.


PRÉ-ESTREIA, DE QUINTA A DOMINGO (20 A 23/08)

30-ANOS-BLUES-IMAGEM-2-LEPOP

“30 ANOS BLUES”: Para viver a crise conjugal dos personagens, Andradina Azevedo e Carol Melgaço fizeram um processo de seis meses de ensaio. A cena que o Diego volta para casa, foi rodada com seus pais. Naquele momento o diretor estava morando com seus familiares e passando por dificuldades financeiras. A cena foi rodada num take único. Os diretores após assistirem uma peça da atriz Cláudia Alencar foram beber com ela e ficaram encantados com sua poesia interna. Daí surgiu o convite para ela atuar como Cláudia Alencar no filme e fazer o que quisesse. A cena foi rodada com três câmeras durante quatro horas ininterruptas. Com total liberdade para os atores. A trilha sonora foi inspirada na maneira que Miles Davis gravou o icônico “Kind of Blue“. Os músicos chegaram no estúdio e improvisaram com total liberdade em cima dos temas das músicas. “queríamos que cada take fosse diferente do outro, para buscar algo original… vivo… livre! Pois este é o espírito do filme“, discorre Flávio Iannuzzi.


SINOPSES:

DRIVE (Drive)

EUA, 2011, cor, 100 min., ação, idiomas: inglês e espanhol (legendado), 14 anos.

Direção: Nicolas Winding Refn
Elenco: Ryan Gosling, Carey Mulligan e Bryan Cranston.

Um habilidoso motorista, que é dublê em cenas de perseguição em filmes de Hollywood, também usa seu talento no volante para ser piloto de fuga em assaltos. Seu estilo de vida solitário e misterioso começa a mudar no momento em que se apaixona por uma mulher cujo marido está prestes a sair da prisão. Enquanto isso, o chefe da sua oficina mecânica está tentando organizar uma corrida com dinheiro sujo.


ASSÉDIO (L’assedio)

Itália/Reino Unido, cor, 93 min., romance, idiomas: inglês, italiano e suaíli (legendado), 14 anos.

Direção: Bernardo Bertolucci
Elenco: Thandie Newton, David Thewlis e Claudio Santamaria.

Após seu marido ter sido preso por motivos políticos, uma africana vai para Roma e começa a trabalhar como empregada doméstica para um pianista britânico, que acaba se apaixonando por ela.


TOKYO-GA (Tokyo-Ga)

EUA/Alemanha, 1985, cor, 92 min., idiomas: inglês, japonês e alemão (legendado), 14 anos.

Direção: Wim Wenders
Elenco: Chishû Ryû, Werner Herzog e Yûharu Atsuta.

Wim Wenders viaja à cidade de seu cineasta favorito, Yasujiro Ozu, com a intenção de encontrar o espírito do diretor vinte anos depois de sua morte. Mas o que descobre é uma cidade que se consome através do desejo material.


DE QUEM É O SUTIÃ (The Bra)

Alemanha/Azerbajão, 2018, cor, 90 min., comédia, idioma: sem diálogos, 14 anos.

Direção: Veit Helmer
Elenco:
Predrag ‘Miki’ Manojlovic, Denis Lavant e Paz Vega.

O maquinista de trem, Nurlan, está indo a Baku (Azerbaijão) pela última vez antes de se aposentar. Ao chegar na cidade, seu trem esbarra em um varal e derruba um soutien azul. Para escapar da sua existência solitária, Nurlan embarca em uma das jornadas mais aventureiras de sua vida: encontrar a dona de tal peça íntima.


30 ANOS BLUES

Brasil, 2019, cor, 80 min., drama, idioma: português, 14 anos.

Direção: Dida Andrade, Andradina Azevedo
Elenco: Cláudia Alencar, Dida Andrade e Inês Andrade.

Andre e Diego, dois ex-cineastas, vivem a crise dos 30 anos. Um pensa que a solução de seus problemas é se casar e ter filhos. O outro procura reviver a juventude com uma garota de 20 anos. Um retrato geracional sob o ponto de vista das relações amorosas.


SERVIÇO:

Planos de assinatura com acesso a todos os filmes do catálogo em 2 dispositivos simultaneamente.

Valor assinatura mensal: R$ 9,90 | Valor assinatura anual: R$ 108,90

Para se cadastrar acesse: www.belasartesalacarte.com.br e clique em ASSINE.

Ou vá direto para a página de cadastro: https://www.belasartesalacarte.com.br/checkout/subscribe/signup

Aplicativos disponíveis para Android, Android TV, IPhone e Apple TV. Baixe Belas Artes À LA CARTE na Google Play ou App Store.


(Texto e Imagens: Divulgação)

Siga o LEPOP nas redes sociais: Facebook | Twitter | YouTube | Instagram | Telegram

Se você é novo(a) por aqui, aproveite pra conhecer mais do LEPOP:
Gosta de Contos e Literatura? Então conheça o CRONICANDO
Gosta de Games? Então dê uma conferida no LEPOPGAMES e no QUICK MATCH
Gosta de Podcast? Então ouça o LEPOPCAST.
Gosta de Action Figures? Então acompanhe o LEPOP ACTION REVIEW.
Agora, se quer ouvir a gente opinando, reclamando e palpitando, então o LEPOPBOX é o que você procura.

Se depois de tudo isso você viu que vale a pena acompanhar o nosso trabalho, se inscreve lá no nosso canal do YouTube, dá uma curtida na nossa página no Facebook, segue a gente no Instagram e no Twitter. Assim você fica por dentro de todas as novidades daqui do LEPOP. E pra não perder nenhuma notificação você pode entrar no nosso canal no Telegram.

Muito obrigado e até a próxima. 


Nicolas Barreto Maia

Estudante de Educação Física, apaixonado por esportes e games, me aventurando no universo das séries e do cinema.